Photodiary

No mês passado, passei por uma estrada que há muito tempo não passava. Visitei um lugar que já foi mais presente nos meus dias, mas que o tempo e a vida afastaram de mim. Olhando os borrões do lado de fora e os pingos escorrendo no vidro, lembrei do que eu sentia quando era criança passando por aquele mesmo caminho. É interessante que por alguns segundos você se sinta vários anos atrás, pensando como você pensava no passado. Cidades bem pequenas me fascinam. Fico encantada com a pureza que está lá, intacta, meio inatingível. Protegida da sociedade fria e egocêntrica que a modernidade trouxe. Era um domingo, o tempo estava totalmente fora do cabo. Chuva, sol, calor, frio, sol, chuva.. Mas de alguma maneira foi ótimo. O dia não passou nem rápido, nem devagar. Foi daqueles dias que passam leves, macios, sem altos ou baixos. Uma tarde perfeita para um domingo que poderia ter sido sem graça como tantos outros que já se passaram. Esse dia foi um daqueles que me arrependi de sair sem a câmera.. Essas foram tiradas com celular. Mas, o que importa é que esse dia se tornou uma surpresa boa. O blog tem ficado um pouco mais pessoal, para os que gostam. Para quem quiser acompanhar nosso trabalho, sigam nossa página no facebook! : ) www.facebook.com/estudioblackbird